Contato

69 3321-6144

Endereço

Rua Ricardo Carlos Kollert, nº 331, Casa 1, Jd. Eldorado, Vilhena / RO

A importância da Avaliação Fisioterápica

Não é raro pacientes que chegam à clínica questionar a necessidade da avaliação fisioterápica.

Pessoal, a avaliação é o que há de mais importante para o sucesso de uma reabilitação. É através dela que o fisioterapeuta conseguirá conduzir um protocolo de intervenção terapêutica personalizado, adequado as necessidades e respeitando as limitações de cada indivíduo.

Mesmo com o diagnóstico médico em mãos, é dever do fisioterapeuta realizar uma avaliação minuciosa das disfunções do paciente, através de testes físicos e posturais. É praticamente remota a chance de um tratamento fisioterápico ter sucesso se não houve como 1º passo uma avaliação criteriosa.

O primeiro passo da avaliação consiste em uma conversa sobre como iniciou a patologia do paciente (história da moléstia pregressa).  Em seguida o fisioterapeuta busca saber o estado atual de saúde do mesmo e o principal motivo pelo qual procurou a fisioterapia (queixa principal).  É comum, durante a avaliação, identificar outras vertentes que levam a dor do paciente.  O próximo passo é a análise dos exames complementares. E logo após iniciam-se os testes ativos da coluna vertebral, testes articulares, musculares e neurológicos, seguidos de teste de resistência – força.

Ao final do exame físico é realizada uma avaliação postural, por fotogrametria, onde é possível observar alterações posturais ou desvios da coluna. A avaliação é totalmente individualizada.

Lembrem-se sempre: é a avaliação que direciona o objetivo do tratamento.  

Não aceite realizar fisioterapia sem antes passar por uma avaliação criteriosa. 

Cuidados à Saúde Litiê Ferreira